Projeto Escrevivendo


O que fazer com uma dor imensa senão falar sobre ela? Diante da irreparável perda de seu parceiro, Cristiana Guerra, dois meses antes do nascimento do seu filho, se viu diante do abismo, mas com graça e sabedoria soube acalentar o seu ventre e trazer uma áurea de amor e carinho ao Francisco, seu mais novo grande amor. A idéia de utilizar um blog (Para Francisco) surgiu da necessidade "em falar para o Francisco sobre seu pai, sobre o mundo e sobre mim mesma (só por garantia)." como descreve em sua página.

O post "Sobre samba, alegria e despedidas" nos remete a um dos temas abordados em nossa trajetório neste módulo no Museu, a memória musical. Ao Francisco ela relata o episódio do velório de seu pai, quando ao pé de seu ouvido cantarolou Nelson Cavaquinho "Graças a Deus, minha vida mudou. Quem me viu, quem me vê, a tristeza acabou. Contigo aprendi a sorrir, escondeste o pranto de quem sofreu tanto. Organizaste uma festa em mim e é por isso que eu canto assim: la la laiá, lalaiá, lalaiá..."

O amor impregnado neste espécie de biografia de Cristina, já virou livro e foi tema de matérias em revistas, como esta aqui da revista Criativa.

Seja livro ou blog, haverá sempre lugar para dor sem nunca faltar espaço para o encantamento e superação. :)

dica da @tatip do blog "A Arquiteta Sumiu".

Exibições: 9

Tags: biografia, blog, da, música, vez

Comentar

Você precisa ser um membro de Projeto Escrevivendo para adicionar comentários!

Entrar em Projeto Escrevivendo

© 2019   Criado por Karen Kipnis.   Ativado por

Relatar um incidente  |  Termos de serviço